Apresentação

Cultivando uma ideia, um princípio e uma crença em nós mesmos: inicio de uma nova revista para os cardiologistas do Norte-Nordeste do Brasil

Autor: Gilson Soares Feitosa
Editor da Revista Norte-Nordeste de Cardiologia

Dizer na estátua de Albert Einstein na Academia Nacional de Ciência nos EUA: "O direito de procurar a verdade implica também numa obrigação: não se deve deixar de revelar qualquer parte do que se pense ser verdadeiro."

No mesmo diapasão Merton RA em The Sociology of Science: Theoretical and Empirical lnvestigation. (Chicago, lll: University of Chicago Press; 1973) afirma: a estrutura social da Ciência depende do conceito básico, e idealista, da divulgação de trabalhos de pesquisa. Esse principio é fundamental para o acúmulo e progresso do conhecimento.

O professor Galopim de Carvalho, catedrático da Faculdades de Ciência de Lisboa e defensor mundialmente reconhecido do patrimônio cultural e científico da humanidade traz-nos a reflexão: "Entendida como um conjunto de conhecimentos acerca de parcelas maiores ou menores do todo universal, obtidos através da observação, da experimentação e ou da elaboração mental, a ciência é um edifício do coletivo, cujos alicerces se perdem nos confins do tempo, mesmo para lá do gênero humano. Pedra sobre pedra, o seu fio condutor sempre foi e será a comunicação. Sem comunicação, o conhecimento científico não avança. Morre com quem o cria."

Comungando com tais assertivas acrescentaria que impôe-se, para pô-las em prática, uma decisão de luta contra a inércia, a acomodação e submissão às pequenas dificuldades e a exploração de recursos que cada um de nós possui, canalizando-os para atingir o desejável crescimento interior, pessoal e comum a todos.

Ao retomarmos o tema da publicação de uma revista dirigida aos cardiologistas de nossa região Norte-Nordeste, agora sob forma eletrônica e com novo nome - Revista Norte-Nordeste de Cardiologia- temos principalmente a idéia de torná-la um foco das atenções dos colegas da região como fonte de reflexão para a ciência que se publica no tempo presente, com o princípio da expressão honesta da nossa interpretação sobre o assunto e a crença de que dispomos no norte-nordeste de uma plêiade de colegas capazes de fazê-lo.

Como é do conhecimento de todos numa assembléia extraordinária realizada no último congresso da nossa Sociedade Norte Nordeste de Cardiologia em Fortaleza-CE, cujo tema era intitulado "Repensando a SBC-NN" fui solicitado a assumir a Edição da nova revista, com a confiança e o estimulo para dar-lhe o formato inicial. Tomando o assunto como uma missão e contando com o apoio decidido do presidente Dr. José Xavier de Melo apresento-lhes agora o número 1 da Revista Norte-Nordeste de Cardiologia, detalhando suas sessões, objetivos, periodicidade e composição do corpo editorial.

Excetuando-se o primeiro número, de modo a fazer coincidir o seu lançamento com o Congresso NN de Cardiologia em agosto, todos os demais números dessa revista trimestral serão publicados nos meses de Março, Junho, Setembro e Dezembro.

A cada número contaremos com um editorial sobre um tema relevante; um artigo detalhado de revisão; dois ou três artigos recentes e de grande possibilidade de impacto discutidos com rigor metodológico que nos decifre, na visão do autor, o seu significado; os trabalhos premiados no congresso regional ou nos congressos estaduais, sob a forma de resumos; um artigo pontual que contribua para construção da memória da nossa sociedade; uma mensagem institucional do Presidente da Sociedade Norte-Nordeste de Cardiologia e, por fim, um setor de correspondências que desejavelmente se refiram aos artigos publicados em números anteriores, trazendo novas contribuições aos mesmos, acentuando constatações levantadas ou mesmo opondo pontos de vista às mesmas.

Cada um dos itens acima perpassará (à exceção dos trabalhos premiados e da mensagem do Presidente) por 8 áreas assim delimitadas: Cardiologia Clinica, Cirurgia Cardíaca, Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, Cardiologia Pediátrica, Métodos Diagnósticos por Imagem, Arritmias e Dispositivos Eletrônicos Implantáveis, Cardiologia do Exercício (englobando ergometria, ergoespirometria, reabilitação cardíaca) e Memórias da SNNC.

Um comitê de co-editores terá a finalidade de rever o material atinente à sua área, e por meio de reuniões presenciais, ou por internet, trazer sugestões para os próximos números.

Os artigos de revisão e os trabalhos comentados serão resultado de convite expresso para essa finalidade. O produto final publicado será sempre de responsabilidade individual do autor principal, e não refletirá necessariamente a opinião do corpo editorial.

O conselho editorial foi escolhido por opinião pessoal do Editor, mas também por consultas feitas a colegas e a grupos de atuação de diferentes áreas. Cada um dos que compõem o Conselho Editorial tem o compromisso firmado de atender aos convites acima descritos de escrever em sua respectiva área de ação quando assim solicitado. Para que assim fosse foram convidados colegas com alguma vinculação formal ou não com o meio acadêmico como verificado por CV, publicações, atuação científica em suas áreas, atuação em congressos e disponibilidade.

Foi possível, atendendo tais critérios, trazer uma lista includente de colegas de vários locais. Num primeiro momento somente listamos aqueles que tiveram a possiblidade de responder ao convite de maneira formal. Um número expressivo de outros colegas ou foram inalcançáveis por endereço eletrônico ou não tiveram acesso ao material do convite. Continuaremos tentando sua futura anuência ao projeto e novos nomes deverão ser incluídos.

Duas atividades representarão a pulsação mais vigorosa de nossa revista: os resumos dos trabalhos premiados em congresso regional ou estadual e a sessão de correspondência.

Essas duas serão as únicas atividades que não serão por convite e sim por iniciativa do colega cardiologista da região norte-nordeste, pertencente ou não ao corpo editorial.

Os trabalhos premiados já terão sido julgados pelo comitê do respectivo congresso e quando assim autorizados terão os resumos integralmente publicados.

A correspondência deverá sempre se referir aos artigos de revisão ou trabalhos comentados de números anteriores. Quando existirem vários atinentes à mesma matéria eles serão reunidos em um único número.

As normas para publicação no que se refere à formatação do título, autores, tabelas, gráficos, figuras e referência bibliográfica serão as adotadas pelos Arquivos Brasileiros de Cardiologia.

Isto posto vamos com entusiasmo à luta e ao propósito de levarmos adiante tal projeto. Desnecessário enfatizar a necessidade do compromisso no atendimento aos convites com qualidade, esmero e cumprimento de prazos.

Por fim, colegas, e parafraseando Paulo Freire: "A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda."

1. Escola Bahiana de Medicina
2. Hospital Santa lzabel da Santa Casa de Misericórdia da Bahia

Correspondência:
Gilson Feitosa
Diretoria de Ensino e Pesquisa- Hospital Santa lzabel da Santa Casa de Misericórdia da Bahia. Praça Almeida Couto 500. CEP 40050-410
E-Mail gfeitosa@cardiol.br
gilson-feitosa@uol.com.br