Notícias


SBC-BA vai à escola orientar jovens e crianças sobre o risco do aumento do colesterol

5/8/2012


Cardiologistas vão à escola orientar jovens e crianças sobre a importância de cuidar da saúde desde cedo. Alimentação saudável e prática de exercícios físicos são formar eficazes de evitar o sobrepeso e aumento do colesterol.


SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA APOSTA NO CONTROLE DO COLESTEROL PARA REDUZIR MORTES

A Sociedade Brasileira de Cardiologia – Seção Bahia (SBC-BA)através do seu Departamento de Prevenção Cardiovascular (FUNCOR) promoverá no Dia Nacional de Controle do Colesterol, 8 de agosto, quarta-feira, uma ação envolvendo os alunos do Colégio Antônio Vieira, no Garcia, a partir das 9:00 até às 13:00h. A iniciativa tem o objetivo de alertar sobre os fatores de risco para as doenças que acometem o coração. A obesidade e o aumento do colesterol são importantes fatores de risco. Dentre as atividades, estão previstas dosagem o colesterol, aferição da pressão arterial, IMC e circunferência abdominal com a participação de cardiologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas e professores de educação física. Durante a ação, será distribuida a cartilha ‘Brasil – Colesterol na Meta’ com ilustração e linguagem didática. O folder serve de alerta à população para o perigo do colesterol elevado que, embora não cause sintoma perceptível, está na origem do imenso número de infartos e derrames que ocorrem no país.
A ação desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia acontecerá em todas as Capitais brasileiras. O ‘Dia Nacional de Controle do Colesterol’ tem como estratégia para reduzir as 320 mil mortes por causas cardiovasculares registradas no país, a cada ano.
Pesquisa revela que quase metade dos soteropolitanos está acima do peso.
De acordo com a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2011), divulgada pelo Ministério da Saúde, 44,8% dos soteropolitanos está acima do peso. Ao dividir por sexo, os homens apresentam um percentual maior: 46,7% dos homens apresenta excesso de peso contra 43% das mulheres. A capital baiana é a 23ª do ranking entre as 26 capitais do Brasil e o Distrito Federal.


Obesidade e sedentarismo
Segundo o estudo do Ministério da Saúde, 14,9% dos soteropolitanos estão obesos, nove pontos percentuais abaixo da média nacional (15,8%). E quanto ao sedentarismo, os baianos também estão entre os grupos mais vulneráveis aos fatores de risco para as doenças cardiovasculares. Salvador é a terceira capital com o maior índice de pessoas que não praticam nenhum tipo de atividade física, perdendo apenas para São Paulo e Porto Velho. Somente 28% dos entrevistados afirmaram praticar algum tipo de atividade física.
Os especialistas recomendam a prática regular de exercícios aliada a uma alimentação saudável e controle do peso para evitar as doenças cardiovasculares.


Jornalista Responsável: Cinthya Brandão DRT/BA 2.397

Notícias

Nota de Pesar

A Diretoria lamenta o falecimento do Prof. Antônio Marcos Motta, Presidente do Departamento de Educação Física da SBC-BA, nos últimos quatro anos.
Leia mais...

Eleições SINDIMED

A SBC-Bahia manifesta, publicamente, sua preocupação com os rumos tomados com o processo eleitoral para a diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado ...
Leia mais...

Nota de falecimento - Dr. José dos Anjos Sobrinho

Comunicamos com profundo sentimento de pesar o falecimento do colega cardiologista Dr. José dos Anjos Sobrinho. Sepultamento: 13/04 (hoje). Hora: 16h:30 ...
Leia mais...

SBC-BA lança Congresso 2018

O 30º congresso baiano será de 10 a 12/05, no Bahia Othon Palace, em Salvador, e terá como eixo temático os “Avanços terapêuticos na evolução da Cardiologia”...
Leia mais...

Congresso de Cardiologia do Estado da Bahia completa 30 anos

Avanços Terapêuticos na Evolução da Cardiologia” será o tema da 30ª edição do evento de maior relevância ...
Leia mais...